segunda-feira, setembro 6

Estádio Municipal volta a ser relvado

Segundo o “Semanário de Felgueiras” a câmara vai repor o relvado no estádio municipal Dr. Machado de Matos em Felgueiras, assim como reabilitar o relvado do estádio Sra. das Vitórias na Lixa. Fica assim reposto um dos anseios dos felgueirenses e a delapidação que foi, a retirada do relvado pelo Movimento Sempre Presente.

9 comentários:

anonimofelgueiras disse...

Engraçado, ainda não vi outdoors sobre o assunto! Eu gostava de saber quanto custará à autarquia colocar a relva, o preço da sua manutenção e quantos jogos serão realizados diariamente no estádio! E também era interessante saber quem serão os contemplados com jogos no estádio, já que não temos futebol profissional em Felgueiras!

Jorge Silva disse...

Em relação a este assunto existem dois pontos de vista (desportivo e financeiro) que não sei se estão a ser tidos em conta pelo actual executivo:
1- Desportivamente, para quem joga, quem dirige e para quem gosta de assistir aos jogos de Futebol é lógico que ao relvar o campo de jogos o mesmo ira voltar a ser o que já foi anteriormente, o que alguns reclamaram (e reclamaram tanto que agora, vão ter de o fazer).
2- Financeiramente, vou gostar de ver já no próximo orçamento qual a verba que vai ter de passar a constar para a execução da obra e para a sua manutenção, é que depois vai passar a existir uma manutenção que pelo que se sabe terá sido uma das razoes que levou o anterior executivo a tomar a medida que tomou, depois do empurrão que teve com aquele espectáculo que lá foi realizado.
Fica aqui esta reflexão, e a discussão sobre o assunto.
Jorge Silva

Semnomefelgueiras disse...

Como tudo na vida é uma questão de €.... pergunto tambem se fará sentido gastar dinheiro em estradas, escolas, piscinas, jardins, parques de estacionamento, sedes de junta, e muito mais....

Tenho deparado com situações caricatas.
Critica-se porque se faz. Critica-se depois o como se faz. Mas criticaria-se mais ainda se nada se faz.

Tenho dificuldade em perceber as mentes de muitos desta terra.

Só não entendo porque se dizia que Felgueiras estagnou, não evoluiu, não progrediu, não acompanhou os concelhos vizinhos. Bem pelo contrario, em determinados pontos deu passos para traz, regrediu.

Agora para todas as iniciativas, obras nunca estão de acordo, nãs as aceitam nem compreendem.

Pergunto apenas, Que fariam de diferente?

anonimofelgueiras disse...

Caro sem nome felgueiras,

parece-me que tem alguma coisa recalcada dentro de si! Claro que é uma questão de euros! Bem sabemos a importância dos equipamentos desportivos mas bem sabemos também o quanto custa aos portugueses pagar os seus impostos! E este dinheiro do seu esforço não pode ser usado de forma pouco ou nada estratégica, aludindo apenas a questões eleitoralistas! E vejamos porquê: a relva no estádio foi uma das bandeiras da Nova Esperança, mas quem irá usufruir dessa relva? quanto ela custará por mês? relva sintética ou natural? Não acha que há demasiadas incertezas no uso do nosso dinheiro? Quem dizia que Felgueiras estagnou/regrediu é agora poder e claro não interessa ouvir esse tipo de comentários! E se Felgueiras estagnou, sinceramente não sei como apelidar a sua situação actual! Reparou que tudo o que se tem feito é legado do anterior executivo? Raras são as iniciativas da Nova Esperança a não ser trocar os locais das festas e gastar balúrdios na imagem do presidente! Reparou o que tem acontecido aos recursos humanos da câmara? E a vergonha no arranque deste ano lectivo com atrasos nos centros escolares? Isto sim é atraso em relação aos concelhos vizinhos que tem tudo a funcionar em pleno! E a casa das artes que continua fechada??? Deve ser um grande avanço para este concelho privar as pessoas de uma oferta cultural arrojada! Quando refere "Agora para todas as iniciativas, obras nunca estão de acordo, nãs as aceitam nem compreendem.", eu gostaria de perguntar que obras são única e exclusivamente da responsabilidade deste executivo? Que iniciativas diferentes tem assistido em Felgueiras???? Quanto à questão o que faria diferente digo-lhe para rematar a questão, que pelo menos tentaria assentar as minhas acções num plano estratégico e não em gestão tipo "tasca" onde verificamos que tudo é feito ao acaso!

António Faria disse...

Vamos voltar ao mesmo e proteger os interesses de um só clube. E os outros clubes. E os apoios que foram retirados à formação dos outros clubes. Porque é que se tem que proteger o CAF ou FCF. Estamos todos a pagar um capricho do Sr. Presidente de Câmara que no passado criticava o apoio ao futebol. Mudam-se os tempos...

Semnomefelgueiras disse...

Como te compreendo amigo anonimofelgueiras

Para quem apenas descobriu isto por acaso, e apenas diz gostar desta terra, e não ter cargos políticos por cá......

(mas não me chames aquilo que não sou)

Uma coisa parece-me certa, ideias e iniciativas novas não mostras-te nenhumas. Mas parece-me que estas a par de tudo o quanto se passa pelos paços do concelho (olha no meu saco, nunca lá entrei) mas disso não tens culpa, eu não sei andar em auto-estradas.

Como não gosto de quezílias nem de mexericos..........,

Apenas um reparado para o Sr. Sérgio, parece-me que os comentadores são sempre os mesmos, mudaram de nome de quando em vez....?

Em minha opinião não deveria aceitar mais comentários (este incluído) anónimos.

Parece-me justo que quem quiser comentar que faça uma inscrição, mesmo que o administrador seja o único a saber quem são as pessoas, isto é apenas a minha opinião.

Porque é fácil ora dizer bem ora dizer mal apenas para arreliar.

Continuo com a opinião que Felgueiras ganhou, mas o tempo o irá dizer, como sou uma pessoa paciente não tenho pressa de ver muita obra, apenas quero ver boa obra, ela está a aparecer.

anonimofelgueiras disse...

Caro semnomefelgueiras,

a arrumar as botas? Tenho pena!

Deixe-me rebater o seu comentário ponto por ponto:

1- Gostaria de saber o que quer dizer com esta expressão: "Para quem apenas descobriu isto por acaso, e apenas diz gostar desta terra, e não ter cargos políticos por cá......"

2- Quanto à expressão "Uma coisa parece-me certa, ideias e iniciativas novas não mostras-te nenhumas", deixo-as para quem ganha muito dinheiro para as ter!

3- Relativamente à questão dos comentários anónimos, acho que todos temos o direito de nos expressarmos seja de forma pública ou anónima, o que interessa é que cada um contribua com alguma coisa, nem que seja para esclarecer a verdade perante a opinião pública

4 - Expressão "Porque é fácil ora dizer bem ora dizer mal apenas para arreliar.", eu não digo mal, apenas dou a minha opinião!

5- Expressão "Mas parece-me que estas a par de tudo o quanto se passa pelos paços do concelho (olha no meu saco, nunca lá entrei) mas disso não tens culpa, eu não sei andar em auto-estradas", basta saberes andar pelas auto-estradas da informação, como eu, porque consultando os jornais e o site da câmara acredita que andas tão bem informado quanto eu. E sabes porquê? Porque eu também não vou à câmara! ou melhor, vou quando preciso de tratar de alguma documentação!

6 - Expressão "Continuo com a opinião que Felgueiras ganhou, mas o tempo o irá dizer, como sou uma pessoa paciente não tenho pressa de ver muita obra, apenas quero ver boa obra, ela está a aparecer", não sei como consegue dizer que Felgueiras ganhou se ainda nada se viu a não ser gerir o que vem de trás! Mas gabo-te a paciência até porque após um ano e nada, é preciso acreditar realmente no projecto Nova Esperança! Quando refere que a obra está a aparecer, por favor diga-me onde, porque assim poderei usufruir dela!

anonimofelgueiras disse...

Gostaria de invocar aqui uma entrevista para a SIC do Sr. Vereador da Educação, João Sousa, em relação aos centros escolares. 15 de Agosto já fui há uns dias! E centros escolares prontos não existem! Que aconteceu para haver este atraso? Como irá iniciar-se o ano lectivo sem centros escolares?

smartins disse...

Contando eu aqui até esta hora com 8 comentários, não consegui verificar argumentos a favor, ou contra, a recolocação do relvado no estádio municipal. Deixem lá as guerrinhas de fachada e foquem-se no essencial que se discute. Isto se, claro, têm opinião sobre o assunto.