segunda-feira, novembro 29

Não é fácil...

Não é fácil gastar 172.000€ em consultoria externa, de utilidade duvidosa.

Mas este novo executivo da Nova Esperança conseguiu fazê-lo...




São 172.000€, num ano, por ajuste directo, com consulta apenas a 1 empresa, em 2 estudos, em que o 1º seria para um estudo sobre a macro-estutrura da Câmara Municipal de Felgueiras, e das suas participadas (ACLEM, EMAFEL, EHF, PTT).

Quanto ao estudo sobre a macro-estrutura da Câmara Municipal, esse estudo foi feito, embora se desconheça o "pai da criança", pois Daniel Bessa não foi certamente, como o próprio o referiu na Assembleia Municipal.

E teve uma grande virtude: a proposta de criação do Balcão único... como se já não existisse há muito tempo...

Quanto às participadas, nem uma linha no estudo... ou seja ficou "esquecido"...

Mas pago, já está certamente, pois o contrato embora violasse o caderno de encargos em relação ao preço, era claro quanto ao pagamento:
- 20% com a adjudicação
- 80% com a aprovação do relatório final

Quanto ao 2º segundo estudo, que se esperava que fosse a "tal" auditoria, afinal trata-se de "consultoria de apoio à Gestão Financeira"...

Pois é... já aqui tinha referido que a "tal" auditoria ia ser realizado no dia de "S. Nunca"... porquê? Porque o Senhor Presidente bem sabe qual é a real situação financeira do Município, e que não aquela que tanto apregoa porque lhe dá jeito... o buraco que ele encontrou foi um "buraco cheio"...

Talvez este "Apoio à Gestão Financeira", se deva ao facto de os Dirigentes da Câmara Municipal (incluindo o da área financeira), já não existirem... talvez fique mais barato esta assessoria externa (83.200,00€) ... ou talvez não...

Talvez um dia se perceba estes ajustes directos, sem consulta a mais nenhuma empresa... urgência? competência científica?

Uma coisa é certa, seja qual for o resultado deste 2º serviço agora encomendado, a credibilidade vai ser a mesma do 1º... zero...

6 comentários:

p.c.r. disse...

é mais fácil gastar em advogados...

Ricardo disse...

Caro pcr,

pelo menos nao enganam o povo! Os advogados todos sabem para o que é! já a EGP....

Margaride disse...

Não quero desrespeitar ninguem, mas o que será que se quer dizer com:
"... pelo menos nao enganam o povo! Os advogados todos sabem para o que é! já a EGP......."

Os advogados...?
A EGP...?

Mas afinal estamos a por tudo no mesmo saco?

Penso que deveriamos respeitar as pessoas e as instituições. Só assim teremos um foturo e um mundo melhor.

smartins disse...

Caro Margaride,
Agradeço que disponibilize o seu e-mail no seu perfil para que eu possa continuar a divulgar os seus prezados comentários.Obrigado.

Ricardo disse...

Caro Margaride,

concordo consigo, acho que devemos respeitar as pessoas (todas)!

Margaride disse...

Caro Amigo Ricardo

Fiquei com a ideia errada com o que li, ou será mesmo que "... os advogados todos sabem para que é..."

Estamos a respeita-los? Ou não é para os advogados e eles estão a ser usados?