terça-feira, novembro 17

Quem não se sente não é filho de boa gente

Assim me ensinaram os meus pais. Como tal, e porque os tenho em muito boa conta, decidi escrever este post, correndo todos os riscos inerentes ao mesmo. Riscos esses devidamente ponderados, aqui vai.
Como é do conhecimento dos leitores (da maioria, pelo menos) deste blogue, fiz parte, porque para isso me convidaram, de um programa na Rádio Felgueiras intitulado “Conversas Cruzadas”. Quando se iniciou a participação foram colocadas duas exigências pela RF. Primeiro, que nenhum dos intervenientes falaria em nome de um partido ou transmitisse as suas posições oficiais, como forma não limitativa do debate e, segundo, que o programa fosse interrompido na altura das eleições legislativas e autárquicas. Da minha parte, coloquei como única exigência o facto de tomar a decisão final quando tivesse os nomes de todos os intervenientes. Como é natural não estaria disponível para um programa daquela natureza com todo o tipo de pessoas.
A direcção da RF fez questão de convidar os participantes para um jantar onde se congratulou pela participação de todos os comentadores, enaltecendo a iniciativa de Luís Martins pela moderação do programa. Tudo “correu sobre rodas” durante quase um ano, com, segundo palavras do próprio director de informação da RF, excelente feedback dos ouvintes e da própria direcção. Foi um programa ouvido por políticos e por cidadãos do concelho que viram neste porventura o único local onde se fazia um debate político franco e aberto, mas ao mesmo tempo sem a carga política que condiciona e tolhe pensamentos e ideias próprias. Chegada que foi a altura das eleições o programa é suspenso tal como combinado. Quando chega a altura de reatar o mesmo, eis que somos todos (comentadores e moderador) surpreendidos com a decisão de a RF avançar com um outro programa em moldes diferentes dos que inicialmente defendia e que não vou aqui comentar. Até aqui tudo bem. Cabe à direcção da RF, especialmente à direcção de informação, decidir aquilo que quer, ou não, como programas de informação.
O que não pode nem deve acontecer, é que neste processo não tenham tido o cuidado de informar o moderador assim como os comentadores a quem tanto agradeceram a participação no programa da sua decisão unilateral. Mais. Não escreveria eu este post se o presidente da RF e o seu director de informação, se tivessem dado ao trabalho de responder ao e-mail que enviei dando nota disso mesmo. Do conteúdo do e-mail foi dada nota aos outros elementos do programa, uma vez que todos manifestavam o mesmo sentimento.
Atentos aos “problemas” que surgiram durante o período de suspensão do programa devido às eleições, como programas especiais para as eleições que foram suspensos, leituras enviesadas (vejo agora porquê) de escritos meus, etc. não foi surpresa o desfecho que teve o programa, pensei foi que as pessoas que dirigem a RF fossem diferentes.
Neste processo o PSD também não se comportou bem em relação à minha pessoa. Não que não esteja bem entregue a Alírio Costa o debate, antes pelo contrário, uma vez que a estratégia é outra. O que está em causa é o respeito que se mostrava por quem durante um ano na RF fez um trabalho de esclarecimento das populações sobre aquilo que se passava, dando voz ao PSD, aos problemas do concelho, com um simples telefonema de explicação tipo: “obrigado, mas é nosso entendimento que face ao convite e ao tipo de programa a pessoa que pretendemos indicar é…”.
Sei que, os “velhos do Restelo” e aqueles a quem convém, vão ver nesta minha posição, que é apenas de postura na vida uma “dor de cotovelo”. Não posso evitar tal, assim como que alguns vejam em futuros escritos meus que visem a RF, PSD e executivo municipal com opiniões menos favoráveis, uma “vingança”. Nada mais errado, mas fica para memória futura.
Nota final: mesmo antes de publicar este post, liguei com o director de informação dando nota de que o iria fazer.

29 comentários:

Anónimo disse...

São incríveis estes jogos de bastidores e a falta de respeito que há para com as pessoas.
Cheira a politiquices e são atitudes como estas que fazem com que as pessoas se afastem de cada vez mais da política.

Anónimo disse...

felizmente aparecem algumas pessoas como o sr martins a ser coerente entre aquilo que escreve e aquilo que pratica. Agora vai ter os seus amigos á perna

Anónimo disse...

Por vezes ficar calado diz tudo.....
Mas neste caso ainda bem que não ficou, e desde já a minha solidariedade.
Acredito que neste momentos muitos queiram ter vóz ou alguem para lha dar...
Continue assim pois na minha opinião está no caminho certo,
Abraço

Anónimo disse...

parabens sergio pela frontalidade que te caracteriza e pela correccao.

Anónimo disse...

Em Felgueiras, está visto, mas como noutros lados aliás, passa-se do oito ao oitenta... Basta ver como os eleitos já não nos conhecem, mas conhecem os seus amiguinhos. Enfim.
Esperemos que o poder não continue a subir à cabeça, sobretudo de quem acompanha na vereação, pois no cabeça ainda temos confiança.Pode ser que isto seja ainda só habituação, e depois volte a normalidade.Contudo, por certas atitudes, estamos com algum receio de mais desilusões.

Anónimo disse...

pelos menos os zunszuns relativos aos vereadores nao param
ja se coze em panelas feitas por medida
como estamos no inicio ninguem tem koragem de dizer nada
salvam-se alguns blogers, poucos

Anónimo disse...

e uma vergonha o que o sr carlos diogo fez aos comentadores Sergio Martins, Bruno Carvalho, Julio Antunes e Helder Quintela...
esse senhor "jornalista" deveria ter vergonha na cara e saber ser independente e resistir a pressoes.
onde ja se viu um programa passar de 4 comentadores, com ligacoes partidarias mas a transmitir opinioes as vezes criticas com o seu proprio partido, para um programa com comentadores "nomeados" pelos respectivos aparelhos.
um desses comentadores ate tem um processo instaurado pela propria radio onde agora esta...

smartins disse...

Meus caros,
O formato do programa é aquele que a RF e o moderador Carlos Diogo querem. Isso não discuto, tal como não o faço em relação à escolha do painel de comentadores. Pode o formato ser melhor ou pior, resultar bem ou mal. Esclarecer ou não. O que está em causa foi a atitude da direcção da RF, mais nada.

Anónimo disse...

eu como ouvinte assiduo do conversas cruzadas quero dizer que me sinto enganado por terem tirado do ar o melhor programa de informacao que a radio ja teve

Anónimo disse...

é uma falta de respeito;
ainda por cima suponho que vocês iam para lá de borla
por isso é uma dupla falta de respeito para quem dá por carolice sem querer nada em troca!

Anónimo disse...

e vergonhoso o que esses senhores fizeram...
e depois ainda falam de
outros... so se for por dor de cotovelo.
uns tem qualidade e independencia...os outros vergam-se em pose senhorial. e nao e pela qualidade, nem pelo rigor.
ponham a tocar guitarra quem tem unhas e nao quem anda atras de tachos e que para isso ate vende a alma ao diabo

Anónimo disse...

É isso tudo, há que reconhecer qualidades aqui ao homem.
Mas também não esqueçamos que também hão aqueles que só se aproximam quando lhes cheira a poder e depois querem sugos... e é chato ver outros a come-los

smartins disse...

Nunca me coloquei na fila para comer sugos. Nunca apareci na sede nos meses anteriores a uma eleição acenando com a mão a dizer estou aqui. não faz parte do meu projecto de vida a política. isso é um hobby. há quatro anos apareci na sede de campanha apenas no dia da eleição e só vi ratos a fugir perante a derrota. estive lá até ao fim. Agora apareci apenas no dia da eleição e estive lá até ao fim. Os ratos chegaram em cada vez maior número.

Anónimo disse...

bem dizia ele... aproveitem bem os sugos porque por akilo que ja se diz, este é o primeiro e último mandato. basta ver a desarticulaçao nas votacoes da camara

Anónimo disse...

bem, como isto era um blog do contra parece que se mantém na mesma... contra a câmara!
Afinal o que é que o Sr. Sérgio Martins queria: representar o PSD na Rádio Felgueiras??? Se nunca o fez até agora porque é que o faria agora? Será que foi o PSD quem o apontou para o programa em que ele participava?

A mim quer-me parecer que a perda deste (último) palco deixou o Sr Martins chateado...

smartins disse...

Por acaso leu o que eu escrevi? Se leu, está a fazer um comentário abusivo, se não, aconselho-o a ler.
Só mesmo quem não sabe o esforço que cada um de nós fazia às vezes para estar presente é que pode estar chateado.

smartins disse...

eu bem disse no meu texto...

mosca disse...

como diriam os Franceses.... c'est la vie! E até os Fatistas da RF vão mudar, bem depressa... esperem para ver...

Anónimo disse...

Meus amigos... (como diz o outro) deixem-se de coisas. toda a gente sabe que isto é terrinha de maria vai com as outras. seja de um lado ou de outro e assim. aparece alguem com 2 dedos de testa, opinião propria e dizer umas verdades incomodas e pronto, toca a fornicar o homem (bem entendido seja sergio)de todas as maneiras.

Anónimo disse...

um comentário "Quem não se sente não é filho de boa gente" e há logo uns que aproveitam para mandar umas tacadas ao autor

Manuel Rodrigues disse...

a verdade tem sempre que ser dita, e se há alguém que conheço bem é o sérgio. a verdade é que ainda não o vi encostar-se a ninguém nem pedir favores. já o vi criticar e elogiar o próprio partido, bem como criticar e elogiar os outros partidos, bem como criticar e elogiar a câmara, etc..., diz o que tem a dizer quando tem que o dizer.
parece-me me a mim que isto faz dele uma pessoa isenta. também me parece que este post não é mais do que um desabafo de quem deu o que podia dar e a quem agradeceram com um pontapé no rabo.

Anónimo disse...

É compreensível que com novos intervenientes a gerir os destinos de Felgueiras, todos queiram marcar uma posição, diferente da que estavam a fazer anteriormente.
É também compreensível que os partidos, até aqui alguns deles ou mesmo quase todos, estavam como que adormecidos e de um momento para o outro as vontades mudaram.
E é mais compreensível ainda que mesmo o cidadão comum com todas as alterações politicas também queira opinar.
Pois uma coisa que descobri nestes últimos tempos é que todos sabem como governar, que alterações fazer, etc.
Também descobri que a quem esteve até aqui pouco ou nada se exigia, mas a quem agora entrou ou dá o litro e o suor ou ... já sabemos o que dizem.
Apenas digo, vamos serenar, vamos dar tranquilidade e tempo ao tempo.
Os bons dificilmente são esquecidos, por isso Sérgio, cabeça como até aqui, sempre erguida pois quem não deve não teme.
Para ti boas opiniões.
Para os governantes boas ideias e melhores medidas

Armindo Mendes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Armindo Mendes disse...

Conheço o Sérgio Martins há muitos anos.
Sou amigo dele, o que muito me orgulha.
Feita esta “declaração de interesses”, ocorre-me dizer o seguinte:
Admiro a inteligência, coerência e generosidade do Sérgio.
Sei que é um social-democrata genuíno, mas é um homem que não vive de favores políticos, de ninguém!
Por isso - sublinho - devia ser credor de maior consideração, independentemente dos “credos” político-partidários de cada um, esses igualmente respeitáveis.
Não concordo com o que fizeram ao Sérgio. Para alguns pode ser interpretado como um gesto de ingratidão, mas eu prefiro observar tais actos como uma lamentável falta de reconhecimento por quem, desinteressadamente, na rádio, no seu blog e no Expresso de Felgueiras, procurou, em nome dos seus ideais e primando sempre pelo bom tom, há tantos procurava contribuir para um processo de mudança na sua terra.

pcr disse...

já por aí passei. sei o que custa!

Anónimo disse...

Que a RF queira mudar o formato do programa, tudo bem, agora não custava nada uma palavra para com o Sérgio, tanto do lado da RF como do novo comentador, enquanto serviu era bom, agora não presta (que falta de nível). Quando o poder sobe à cabeça de alguns é isso que acontece. E o novo comentador à beira do Sérgio...muito verdinho...!

Anónimo disse...

mas afinal, o que se passa na vereação e arredores....já há jogos de bastidores. Cuidado Dr. Inácio Ribeiro, eles andam aí!

smartins disse...

Obrigado aos amigos que por aqui passaram e deixaram o seu testemunho, mas principalmente, obrigado àqueles que aqui demonstraram que devo prosseguir com o meu contributo para alterar algumas destas mentalidades. Obrigado a todos.

Anónimo disse...

Sem duvida Sérgio, que deves e tens de assim continuar....
Grande abraço amigo