sábado, novembro 28

Desalinhada??

A posição de Carla Meireles foi inglória. Perante um pedido de suspensão de mandato como aquele que Fátima Felgueiras apresentou, a maioria do executivo municipal tinha duas opções. Tomava a posição rígida e legalista e votava contra, obrigando Fátima Felgueiras a renunciar – o que não fará neste momento – ou a assumir o mandato, que não convém de maneira nenhuma à maioria do executivo nesta fase. Por isso, foi muito mais fácil deixar passar esta “oferta” de Fátima Felgueiras, aproveitando a folga que a oposição dará nestes tempos para ordenar e começar os projectos que são necessários efectuar. Se algumas pessoas podem ver nesta posição um “desalinhamento” com o resto do executivo? Podem, mas isto é política senhores, política. O mal disto é que não vão faltar vozes a lembrar daqui a uns tempos deste desalinho de Carla Meireles.

5 comentários:

Anónimo disse...

Ouvi hoje o debate na RF e gostei muito. O Alírio Costa representou bem o PSD, coisa que o Sérgio Martins, a meu ver, não estaria à altura, esteve bem o Inácio Lemos, em vez do Helder Quintela, que politicamente não é carne nem é peixe, é hibrido. O Paulo Rebelo, na sua bela oratória, representou muito bem a Assembleia Municipal. Até o Carlos Diogo esteve mais solto e correspondeu com à boa disposição dos comentadores.
O Sérgio Martins não precisava ter levantado tanta celeuma em volta do debate, parece que ficou com ciúmes, mas a vida é assim mesmo.
Sobre a atitude da Dr. Carla Meireles ter votado em sentido contrário aos seus colegas da coligação em relação ao pedido de suspensão da Dr.ª Fátima Felgueiras, vocês estão a falar do que não sabem. Não toquem muito no assunto, porque não sabeis qual a resposta que vos pode ser dada. E vós não ides gostar. Isso garanto eu.
Cumprimentos.
Ferreira

Anónimo disse...

já reparei que este blog é uma rectaguarda do Expresso de Felgueiras e este é uma rectaguarda do blogue. É por isso que o Armindo e o Sérgio trocam elogios. Parece uma flange. Até metem o Helder Quintela na história. Aquele artigo do Quintela posto oline no Expresso não tinha sido mandado para o jornal em papel. Foi o Armindo e o Sérgio que há última hora lhe pediram para vir em socorro do último editorial do Expresso aonde
o Armindo vomita frostações. É o que acontece quando as pessoas aspiram de mais.

Anónimo disse...

Eu gostaria mais de contar esta estória, (apesar de ser real acho melhor por mesmo estória):
Prometeram-me emprego á troca de folhas com assinaturas, mas quem me prometeu não ganhou apesar do meu esforço das muitas folhas e de andar sempre com a bandeira sempre presente onde quer que fosse. Agora só tenho uma alternativa, reclamar com quem ganhou o meu posto de trabalho, pois foi-me prometido.E já agora na secção que mais me interessar ou que mais jeito me der...(quem sabe a vice-presiente, não?)

Deveria ter dito história?
Mas que de uma maneira quer de outra dará para acreditar?

Mas será que vai mesmo reclamar o posto de trabalho ao novo executivo?
Mais grave ainda, se para quem trabalhou, tivesse ganho teriamos estes novos funcionários na camara?
Ou mais grave ainda, terão eles entrado em serviço antes das eleições ou logo após?

smartins disse...

Mesmo com todas as ressalvas eu bem disse que haveria sempre alguns a quem por as mais variadas razões diriam o que já aqui foi dito. No big deal… (espero ter escrito bem ), nunca coloquei em causa a competência do Alírio no programa, disse até que seria melhor aposta. Quanto ao resto são absolutos devaneios. Sobre isto nada mais direi, salvo situações extremas que me forcem a tomar uma posição.
Para terminar apenas isto. Durante cinco anos tenho visto blogues aparecer e desaparecer ao sabor do vento das eleições, das alianças de ocasiões e demais vantagens do momento. Aqui não há disso…

Anónimo disse...

Sérgio, vamos a por um ponto final, porque foste bem explícito e só não entendeu quem não quer, e só diz disparates alguém que deve gostar de intrigas. Vamos ser superiores a esses comentários e a esses comentadores. Este blogue está no rumo certo, que assim continue ......
Abraço